Cirurgia plástica contra envelhecimento cutâneo

RITIDOPLASTIA

Saiba mais

O que é Ritidoplastia?


O tempo é implacável e mesmo para quem costuma cuidar da pele, as marcas do tempo vão aparecer um dia. Atualmente, porém, existem diversos produtos e intervenções que visam a retardar este envelhecimento, mas nem sempre os efeitos são satisfatórios. Neste caso, opções há procedimentos como a Ritidoplastia.

A Ritidoplastia, ou Lifting Facial, é uma operação cirúrgica para combater os efeitos nocivos do envelhecimento da face. Em geral, mudanças na parte central da face ocorrem antes de mudanças na região inferior, produzindo efeitos como perda de volume e flacidez das bochechas, rugas e aprofundamento da área abaixo das pálpebras inferiores.

O Lifting Facial do terço média é uma operação para aplacar essas marcas, tornando a face mais agradável esteticamente e com aspecto mais jovial. Essa cirurgia, contudo, é mais indicada para pacientes que ainda não apresentem indicações de flacidez na região inferior do rosto.


Conheça os detalhes

Como funciona o Lifting Facial?


Há várias formas de Lifting Facial, que intervém em regiões variadas do rosto. O Lifting Facial do terço médio, por exemplo, ataca o envelhecimento da parte central do rosto. Nessa operação, os tecidos ocultos da face são esticados de modo que as bolsas de gordura que moldam a face sejam elevadas para conferir ao rosto uma aparência mais jovem e firme.

A cirurgia aqui mencionada, é importante destacar, não corrige a flacidez do pescoço ou da linha da mandíbula, nem remodela linhas finas e eventuais irregularidades de forma e textura da pele. Para um rejuvenescimento facial mais geral, o cirurgião plástico deve ser consultado para determinar a possibilidade de uma outra cirurgia, como a Blefaroplastia ou um outro tipo de lifting.


O passo a passo

Sobre o procedimento


O procedimento cirúrgico dura em torno de uma hora e meia, a depender da extensão do tratamento prévio. A preparação para a cirurgia envolve uma limpeza facial e a administração de uma anestesia, que costuma ser geral, para o paciente permanecer desacordado durante todo o procedimento.

As técnicas e métodos usados variam conforme cada cirurgião e caso específico. Um método que tem ganhado popularidade nos últimos tempos é o endoscópico. Nesse método, o cirurgião faz incisões acima da linha do cabelo e insere o endoscópio, uma espécie de sonda em formato de tubo, para ter acesso visual às camadas subjacentes da face. Em seguida, um pequeno túnel é aberto de baixo para cima, com o uso de uma pinça, de modo a permitir o deslocamento dos depósitos de gordura.

Também podem ser feitas incisões pela boca, com o auxílio de um retrator. O fechamento do procedimento pode ser feito com a aplicação de um dreno cirúrgico abaixo da pele, para evitar acúmulo de líquidos durante a cicatrização. Seu uso não é muito comum, sendo que na maioria dos casos as incisões simplesmente são fechadas com suturas.


Cuidados no pós-operatório

Recuperação


As formas de recuperação também variam de médico para médico, envolvendo curativos, bandagens frouxas ou malhas de compressão, de modo a auxiliar o processo de cicatrização.

A malha também ajuda a diminuir o inchaço, coibindo a formação de líquido e conferindo sustentação e conforto ao paciente. Malhas como essas são mantidas por algumas semanas, enquanto bandagens frouxas e drenos cirúrgicos são retirados em questão de dias.

As suturas não absorvíveis são retiradas entre 7 e 10 dias após a operação.

Demais sintomas como dor, inchaço e hematomas desaparecem com o decorrer das primeiras semanas, durante as quais atividades que demandam grande esforço físico devem ser evitadas.


pediatric-logo-footer

Sou médico há 15 anos e cirurgião plástico com mais de 10 anos de experiência. Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Nascido na cidade de Blumenau e médico pela Fundação Universidade Regional de Blumenau. Concluí a residência médica em Cirurgia Geral e a Pós-Graduação em Cirurgia Plástica Estética e Reparadora na cidade de São Paulo, no Hospital de Referência Estadual Ipiranga, onde tive a oportunidade de conviver e realizar cirurgias com os grandes nomes da Cirurgia Plástica Brasileira e Mundial. Sejam bem-vindos!

Eduardo Raulino © 2018