Lifting facial: Cirurgia contra rugas e flacidez

31 de março de 2021 por Dr. Eduardo Raulino0
Lifting-facial-Cirurgia-contra-rugas-e-flacidez.png

Também chamado de ritidoplastia, este é considerado o procedimento de maior efetividade para amenizar os sinais do tempo, sendo indicado para homens e mulheres a partir dos 45 anos ou para pacientes com elevado grau de envelhecimento facial.

Entretanto, é preciso salientar que o lifting facial não é capaz de parar o processo natural de envelhecimento. Logo, o paciente deve manter uma rotina regrada de cuidados com a pele, com o uso de produtos adequados e protetor solar diariamente.

A cirurgia de rejuvenescimento facial – o lifting facial – é capaz de minimizar vários sinais de envelhecimento, tais como:

  • Vincos profundos, como o do bigode chinês;
  • Flacidez da face;
  • Excesso de gordura na mandíbula ou no queixo;
  • Marcas de expressão na testa;
  • Marcas próximas aos olhos, o famoso pé de galinha;
  • Flacidez do pescoço.

 

Quem pode fazer o lifting facial?

O lifting facial, por se tratar de uma cirurgia de rejuvenescimento, é indicado a pacientes com idade superior a 40 anos. Nessa fase, a face costuma apresentar perda acentuada da firmeza e da elasticidade da pele, resultando em uma aparência de cansaço e marcas de expressão bem evidenciadas.

A indicação da cirurgia de rejuvenescimento facial só pode ser dada por um cirurgião plástico devidamente registrado junto à Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP). Entretanto, em consulta, o profissional fará uma avaliação minuciosa do rosto do paciente, sendo comum que ele fotografe o indivíduo para evidenciar o antes e depois do lifting facial.

Os cuidados diários com a pele e os hábitos de vida são discutidos nessa consulta pré-cirúrgica. O cirurgião plástico também informará questões básicas como: tempo médio da cirurgia, exames pré-cirúrgicos, qual a metodologia cirúrgica, tempo de recuperação e demais particularidades da plástica de rejuvenescimento.

Nesse momento, principalmente, é importante salientar que o paciente só entra em centro cirúrgico se estiver com a saúde em dia. Sobretudo se forem constatados problemas nos exames feitos antes do procedimento, é indicado ao paciente restabelecer a saúde antes de se submeter à cirurgia plástica.


Faça seu Comentário

Seu e-mail não está cadastrado. Preencha os campos com *, eles são Obrigatórios!


pediatric-logo-footer

Sou médico há 15 anos e cirurgião plástico com mais de 10 anos de experiência. Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Nascido na cidade de Blumenau e médico pela Fundação Universidade Regional de Blumenau. Concluí a residência médica em Cirurgia Geral e a Pós-Graduação em Cirurgia Plástica Estética e Reparadora na cidade de São Paulo, no Hospital de Referência Estadual Ipiranga, onde tive a oportunidade de conviver e realizar cirurgias com os grandes nomes da Cirurgia Plástica Brasileira e Mundial. Sejam bem-vindos!

Eduardo Raulino © 2020

WhatsApp chat