Gluteoplastia: Cuidados com o pré e pós-operatório

18 de agosto de 2021 por Dr. Eduardo Raulino
gluteoplastia-pre-e-pos-operatorio.png

Para a realização da Gluteoplastia, assim como em qualquer procedimento cirúrgico, são realizadas algumas orientações visando o bem estar do paciente. Exames complementares deverão ser solicitados para avaliar a saúde física da paciente.

 

Cuidados no Pré-operatório

As recomendações pré-cirúrgicas da Gluteoplastia visam garantir a segurança e o bem estar do paciente, qualquer alteração relativa ao seu estado de saúde até a véspera da cirurgia deve ser comunicada ao médico.

– A paciente deve evitar bebidas alcoólicas e refeições exageradas na véspera da cirurgia.

– Caso a paciente seja fumante, a mesma deve suspender o hábito por cerca de 20 dias antes do procedimento.

– Não aplicar cremes no corpo, na véspera da cirurgia.

– Não se esqueça de comunicar os medicamentos em uso, alguns deverão ser suspensos de acordo com a indicação do médico.

– Programar suas atividades para que possa cumprir o período de recuperação.

Cuidados no Pós-operatório

Os cuidados do pós-operatório da Gluteoplastia devem ser seguidos rigorosamente para que não haja comprometimento no resultado final.

– A paciente permanecerá internada por 24h para observação médica.

– Banho apenas com autorização médica, normalmente é liberado no segundo dia.

– Os curativos devem ser trocados apenas pela equipe cirúrgica, mesmo se houver pequenos sangramentos, o que é comum, a paciente não deve manipular os curativos.

– Deve-se evitar qualquer tipo de esforço físico, ambientes quentes e exposição ao sol.

– No período de recuperação da paciente, o pós-operatório, é imprescindível manter-se de barriga para baixo nos primeiros dias, conforme orientação médica. Apenas um mês depois da cirurgia será possível se sentar.

– A paciente deve utilizar cinta modeladora por pelo menos um mês, caso haja desconforto ou dores nos primeiros dias, deve fazer uso de medicamentos prescritos pelo médico.

– Manter repouso total por no mínimo 20 dias, atividades físicas deverão ser retomadas de forma gradual após um mês da cirurgia.

– A paciente não poderá usar salto e não poderá dirigir no primeiro mês.

– No período de repouso, movimentar os membros inferiores com frequência para melhorar a circulação e ajudar a evitar trombose.

– Alimentação saudável e balanceada, em alguns casos o médico poderá recomendar uma dieta.

– A paciente não poderá mais tomar injeção no bumbum, deve-se optar por braços ou coxas. A agulha não estoura a prótese, no entanto pode causar microcortes e comprometer a integridade da mesma. Além disso, o medicamento seria injetado dentro da prótese e assim não faria o efeito desejado no organismo.

pediatric-logo-footer

Sou médico há 15 anos e cirurgião plástico com mais de 10 anos de experiência. Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Nascido na cidade de Blumenau e médico pela Fundação Universidade Regional de Blumenau. Concluí a residência médica em Cirurgia Geral e a Pós-Graduação em Cirurgia Plástica Estética e Reparadora na cidade de São Paulo, no Hospital de Referência Estadual Ipiranga, onde tive a oportunidade de conviver e realizar cirurgias com os grandes nomes da Cirurgia Plástica Brasileira e Mundial. Sejam bem-vindos!

Eduardo Raulino ©

WhatsApp chat